Abra sua empresa hoje mesmo conosco! Entre em contato! +55 (11) 4901-4316|contato@oliveiraefonseca.com.br

Livro Caixa: O que é? Como fazer o seu? E qual a importância dele para sua empresa?

/, Contabilidade/Livro Caixa: O que é? Como fazer o seu? E qual a importância dele para sua empresa?

Livro Caixa: O que é? Como fazer o seu? E qual a importância dele para sua empresa?

Uma das principais ferramentas de organização do fluxo financeiro segue sendo opcional somente a pequenas e microempresas que ainda não ingressaram no Sistema Simples Nacional

 

O livro caixa é uma ferramenta utilizada por empresas para o controle financeiro, independentemente de seu porte e ramo de atuação. Uma definição mais precisa desta ferramenta seria dizermos que trata-se principalmente da documentação do fluxo financeiro (entradas e saídas de valores da sua empresa). O livro caixa pode ser utilizado em muitas atividades dentro da sua empresa, tal como servir de auxílio a sua escrituração contábil.

Atualmente a utilização do livro caixa é facultativa somente a empresas que não optaram pelo Simples Nacional (sistema de tributação simplificada criado em 1996 através de medida provisória e convertida na Lei nº 9.317/1996 pelo governo do Brasil cujo objetivo é facilitar o recolhimento de contribuições das microempresas e médias empresas).

O registro do livro caixa tem valor documental e exige fidelidade das informações e extrema atenção sobre tudo o que é registrado, uma vez que tais informações podem ser utilizadas em demais atividades da empresa. Nele serão registrados os recebimentos e pagamentos de um período diário, mensal e até anual.

Sua importância é garantir o controle de todo o fluxo de crédito e débito da sua empresa.

Uma vez registrado, deve ser feito de forma cronológica (dia, mês e ano), e constar inclusive os pagamentos comuns da empresa, como água, energia elétrica, serviços de telefonia, etc. Tal estruturação, como dito anteriormente, garante uma maior organização financeira da empresa. Para as empresas optantes pelo Simples Nacional, a escrituração do livro caixa torna-se obrigatória e é extremamente importante ser estruturada.

Tal estrutura é basicamente apresentada da seguinte forma: data (o registro exato das datas garante o melhor controle da empresa); histórico (local exclusivo para identificar as transações, como por exemplo: pagamento ao fornecedor ou recebimento do cliente A); entradas (identificação e registro do fluxo referente aos recebimentos que a empresa terá naquele período, podendo ser em dinheiro ou diretamente na conta da empresa); saídas (identificação e registro do fluxo referente aos pagamentos que a empresa terá naquele período, podendo também ser em dinheiro ou diretamente em crédito em conta); saldo (identificação e registro do valor resultante indicado a partir da diferença entre as entradas e saídas, esse resultado representa o saldo em caixa).

O livro caixa, no entanto, pode ser substituído pela gestão contábil da sua empresa, sendo a contabilidade mais vantajosa nos seguintes pontos: auxilia em tomadas de decisão, pois executa o registro financeiro com informações do fluxo monetário e indicadores econômicos; facilidade de acesso a financiamentos, empréstimos e licitações; em caso de falência possibilidade de recuperação fiscal; apuração exata de lucros tributáveis e compensação de prejuízos fiscais.

Em suma, é importante entender que o registro de forma correta dos fluxos financeiros da sua empresa, seja através do livro caixa ou da contabilidade, sempre auxiliará você e sua empresa, e que tal organização é fundamental para a saúde financeira da sua empresa.

By |2019-04-18T20:26:20+00:00abril 18th, 2019|Assessoria, Contabilidade|0 Comments

Leave A Comment